Permalink – Melhore seus Rankings com Táticas de URL Comprovadas

Não é segredo que pode levar um bom tempo para conseguir ranquear na primeira página do Google.

E a cada ano que passa, parece que surgem cada vez mais elementos a serem considerados à escalada sem fim para a primeira página.

Mas com todas as mudanças e atualizações, existem alguns elementos do SEO com os quais você pode contar que sempre te ajudarão a melhorar sua posição em uma página de resultados.

Um desses elementos é o permalink.

Há uma boa chance de que, mesmo que você não saiba o que é um permalink, você já tenha aprendido algumas das melhores práticas.

Essa parte do seu site e como ela contribuí para o seu SEO não pode ser subestimada, e vale a pena se aprofundar um pouco mais em como usar isso de maneira eficaz.

Então nesse post eu quero oferecer um guia que te ajudará a estabelecer permalinks que funcionarão como pilares do seu conteúdo por anos.

E para começar, quero mostrar para você o que é um permalink e por que você deve começar a otimizá-los imediatamente.

Como os permalinks afetam o SEO

Permalinks são as URL completas  que usuários e mecanismos de busca veem ao navegar pelo seu site.

Como o nome sugere, permalinks são permanentes mesmo que você atualize o conteúdo na página.

Você pode pensar nele como algo parecido com seu endereço físico.

Você tem um número, o nome da rua, cidade, estado e o CEP, nesse caso.

A não ser que você se mude, o seu endereço continuará o mesmo para sempre.

O mesmo tipo de princípio se aplica a um permalink, mas nesse caso, você está falando sobre seu site.

Ele tem um conjunto de partes distintas que diz ao navegador da web em qual página entrar e apresentar na tela.

Na verdade, existem pelo menos seis partes distintas de uma URL.

Você tem o protocolo:

 

Isso informa ao seu navegador como transferir dados pela Internet.

O nome do domínio vem a seguir do protocolo:

url 2

É aqui que o seu site entra no jogo e onde é navegado.

E então você verá um port:

url 3

De modo geral, esse elemento é omitido pois é um símbolo redundante do protocolo.

Depois vem o nome de arquivo ou nome do post:

url 4

Isso dita o local no seu site para onde o usuário está navegando.

Se eles estão navegando para um post de blog ou página de produto, essa é a parte do seu URL que informa o navegador ou os rastreadores do Google para onde ir.

A partir daqui, você tem um conjunto de parâmetros:

url 5

Você pode pensar nessa parte do URL como uma conversa entre o seu site e um mecanismo de busca.

Se você usar tags canônicas ou robot.txt para o seu SEO, aqui é onde a mágica acontece.

E por último, mas não menos importante, está a âncora:

url 6

Esse é um atalho que permite o usuário pular para uma seção particular do seu conteúdo imediatamente ao carregar a página.

Então com o permalink, é preciso decidir quais elementos você quer incluir no uso diário no seu site.

É aqui que o debate sobre otimizar permalinks começa.

Mas por que tudo isso é importante?

Primeiro de tudo, o Google considera que os URLs que você usa no seu site são um fator de ranking.

Isso significa que os permalinks que você usa e a estrutura que você decide adotar é, em última análise, um sinal SEO.

 

 

Fonte: neilpatel.com