O que é Content Marketing?

Content Marketing, ou Marketing de Conteúdo em bom português, é uma técnica de criação e distribuição de conteúdo valioso, relevante e consistente que as empresas usam – ou deveriam usar – para atrair e se relacionar com seu público-alvo.

Esta é uma definição genérica, um pequeno parágrafo para resumir o conceito sem muitas delongas. No entanto, o Content Marketing, devido a sua importância na chamada “era digital”, merece um aprofundamento maior. Vejamos:

O propósito do Content Marketing é atrair e reter clientes de forma consistente com a criação e curadoria de conteúdo relevante e valioso para mudar ou melhorar o comportamento do consumidor. É um processo contínuo que muda um pouco a lógica dos investimentos, trazendo para dentro das organizações a responsabilidade de criar e alimentar seus próprios meios de comunicação ao invés de apenas oferecer informações para que os veículos tradicionais (jornais, revistas, TV, rádio) transmitam.

Content Marketing é diferente de propaganda?

Ao investir em conteúdo, a relação que as corporações passam a ter com seu público-alvo começa a ser alicerçada no diálogo – ao contrário da propaganda “pura”, em que o emissor apenas comunica e não recebe feedback instantâneo. Ou seja, a empresa torna-se uma fonte de conhecimento sobre o universo do seu negócio. Assim, uma indústria de alimentos, por exemplo, começa a mostrar receitas de bolo, ao invés de apenas falar sobre os produtos (ingredientes) que comercializa.

Além de lançar seus produtos ou serviços, a empresa que investe em Content Marketing entrega informações que fazem com que seus consumidores se tornem mais inteligentes. A essência desta estratégia é, portanto, a crença de que ao brindar o público com seu conhecimento, as corporações elevam sua reputação e assim conquistam e retém mais clientes.

Nós admiramos pessoas com quem aprendemos. As empresas são feitas por pessoas, logo, se elas nos oferecerem conhecimento, também as admiraremos. É isso.

Content Marketing é uma novidade dos tempos modernos?

O Content Marketing tanto não é novidade como também é errado dizer que só se faz marketing de conteúdo na web. De acordo com o Content Marketing Institute, a primeira grande estratégia de marketing de conteúdo de que se tem notícia foi feita pela John Deere Company. Em 1895, a empresa lançou a revista The Furrow com a impressionante tiragem de 1,5 milhão de exemplares distribuídos em 40 países e traduzida para 12 idiomas – em circulação até hoje.

Content Marketing é coisa de empresa gigante?

Não. Content Marketing é coisa de empresa que já entendeu que os consumidores usam o controle remoto para zapear durante os intervalos comerciais e não suportam os banners de anúncios na web – já não têm com a propaganda a mesma relação passiva que tinham há 10 anos… Não significa que a sua empresa deva parar de investir em campanhas publicitárias – em absoluto -, mas sim que as próprias campanhas publicitárias estão se tornando mais “content” – repare em como os anúncios de TV têm utilizado o storytelling, como as marcas têm contado pequenas histórias para chamar a atenção do público.

Médias e pequenas empresas podem se beneficiar do marketing de conteúdo, justamente por ele as libertar da obrigação de fazer grandes investimentos na publicidade tradicional.

Content Marketing é, portanto, coisa de empresa inteligente!
Por Cícero Nogueira, jornalista e escreve sobre comunicação e reputação corporativa. Experiente em publicações sobre tecnologia, economia e negócios, desde 2010 também atua em comunicação integrada de marketing, especialmente em empresas de TI.

Foto: Divulgação.