Transforme o Black Friday em Black Year

Black Friday é um termo criado nos Estados Unidos para nomear a ação de vendas anual que acontece na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, que é a última quinta-feira do mês de novembro. O termo Black Friday surgiu, pois, muita gente ia para as ruas neste dia, filas enormes se formavam, congestionamentos enormes, brigas, discussões e todo tipo de problema que grandes aglomerações causam, visto que a data abria o período de compras para o natal, mas só se tornou popular em 1975 quando o uso do termo passou a ser conhecido por meio de artigos publicados em jornais, que abordavam a loucura da cidade durante o evento.

Black Friday foi o nome usado pelos varejistas para indicar o período de maior faturamento e desde então é a data mais agitada do varejo nos EUA. No dia do evento muitas lojas abrem bem cedo, algumas com até quatro horas de antecedência, para atrair o maior número de consumidores através de ofertas. Milhares de pessoas aguardam em filas enormes. Embora não seja um feriado, muitas pessoas ganham o dia de folga e se tornam consumidores com grande potencial. A popularidade do evento é grande, sendo que os descontos oferecidos são considerados mais atrativos do que os natalinos por muitos consumidores.

No Brasil

O primeiro Black Friday do Brasil aconteceu no dia 28 de novembro de 2010 e foi totalmente online. A data reuniu mais de 50 lojas do varejo nacional. A segunda edição do Black Friday, em 25 de novembro de 2011, rendeu um faturamento de 100 milhões para o e-commerce brasileiro, representando um incremento de 80% em relação ao ano de estreia país. O terceiro Black Friday ocorreu em 23 de novembro de 2012, em mais de 300 lojas virtuais e foi a primeira vez que lojas de decoração participaram do evento. A quarta Black Friday, que caiu no dia 29 de novembro de 2013, mais uma vez bateu recorde de vendas lucrando R$770 milhões em comércio online contemplando a venda tanto de bens, como produtos diversos, imóveis, carros, artigos infantis; utilidades domésticas, quanto de serviços, como turismo, festas infantis e comunicação.

De Black Friday para Black Year

Olhando pelos números, temos uma falsa impressão que tudo é uma maravilha, que empresas “apenas” aumentam o faturamento neste dia pois querem dar vantagens aos seus clientes com bons descontos, mas infelizmente não é bem assim. Um estudo mostrou que muitas empresas usam a Black Friday para liquidar seus estoques para daí fecharem as suas empresas, ou seja, é hora de queimar tudo e baixar as portas, triste não?

O que as empresas deveriam fazer é transformar a Black Friday em Black Year, mas…como assim? Vamos pensar juntos:

  • Neste dia as lojas estarão mais cheias?
  • Neste dia aumentarão as visitas no seu site?
  • Neste dia provavelmente você irá receber mais pedidos de orçamentos?
  • Neste dia seu telefone poderá tocar mais vezes?

Provavelmente sim, mas o que você irá fazer com as pessoas que visitarem a sua loja e não comprarem? Com as pessoas que visitarem o seu site e não comprarem? Com as pessoas que te pedirem orçamentos e não comprarem?

Já pensou nisso? Que bom seria ter todas estas pessoas em uma lista e criar campanhas exclusivas para elas? 1,2,3 meses depois o seu futuro cliente receber um e-mail com algo mais ou menos assim:

 – Olá fulano, você visitou a nossa loja/site na Black Friday e ficamos tristes por você não ter encontrado o que queria. Refizemos nossos estoques, recebemos muita coisa nova e eu gostaria de te fazer um convite. Até a próxima sexta-feira dia xx/xx, apenas para você que faz parte da nossa lista VIP se visitar a nossa loja com o cupom abaixo, te daremos os mesmos descontos da Black Friday. Isso mesmo, naquele dia tínhamos peças com até 80% de desconto e este desconto agora é seu. Quero só te avisar que não estamos em promoção, liquidação ou algo assim. Os preços nas lojas estão os da etiqueta, e o DESCONTO é para você!

Estamos te aguardando.,

Loja Tal.

Este é o tipo de estratégia que o varejo precisa começar a adotar imediatamente pois principalmente nas épocas do ano onde acontecem grandes movimentos nas lojas e sites. Este é SIM uma forma de vender mais todos os dias usando as “grandes datas” para reabastecer seus funis de vendas com novos Leads, é assim que se transforma um dia de muitas vendas em 1 ano de vendas todos os dias.

Atrair, converter, fechar e encantar, estas são as etapas que nossos negócios precisam executar todos os dias. Olhar a longo prazo e parar de olhar para o hoje. A melhor forma de vender mais todos os dias é criar estratégias de longo prazo, estratégias que mostrem ao cliente que ele é especial, que ele é tratado de forma diferente e principalmente que você sabe que ele existe e se preocupa com ele.

A propósito? Quantos novos futuros clientes você terá na sua lista a partir de hoje?

Fonte: Administradores.com.br | Foto: Divulgação.