Saiba como sua logo impacta o cliente

Você sabia que a logo da sua empresa comunica imediatamente sobre sua imagem e valores? Você sabia que hoje existem muitos estudos sobre criação de logotipos e psicologia atrelada ao processo? É como se os logos mexessem diretamente no cérebro do cliente e transmitissem uma mensagem rápida, a primeira visualização.

Com base nisso, os designers e profissionais de marketing trabalham para encontrar novas maneiras de explorar o cérebro. Isso pode ser chamado de “psicologia da marca”ou “psicologia dos logos“. Entender um pouco sobre ela pode ajudar na escolha da melhor logo para a sua empresa.

A psicologia dos logos segue a seguinte lógica: a mente humana sempre consegue detectar padrões com facilidade e quando isso acontece, a tendência é que a logo seja ignorada, afinal, ela nada mais é do que algo comum e corriqueiro para o cérebro da pessoa. Se você conseguir interromper esse padrão ou tirá-lo de sintonia, a atenção do cérebro será acionada.

Ao testemunhar algo com o qual você está familiarizado, instintivamente você vai se sentir à vontade. Entretanto, se você ver algo estranho, você vai se perguntar por que você está vendo aquilo. A curiosidade é acionada – e isso é interessante para sua empresa.

É importante que o cérebro seja ativado sem que a capacidade de concentração seja muito afetada. Ou seja, você precisa criar algo diferente e que seja intermediário entre o “quebrar padrões” e “chocar com a novidade”. Ao criar uma marca, o profissional precisa se colocar no lugar do consumidor e se perguntar o que faria você tomar uma atitude.

A cor e o cérebro

Dentro da psicologia dos logotipos, um dos itens mais importantes ao se identificar uma marca é a cor. Por exemplo, quando você vê uma lata vermelha de refrigerante, no que você pensa? Certamente na Coca Cola, não é mesmo? E se for a letra M desenhada em amarelo? Praticamente impossível não se lembrar o Mc Donalds. Notou como a cor faz toda diferença?

De acordo com um estudo realizado pela Satyendra Singh, da Universidade de Winnipeg, aproximadamente 90% das pessoas julgam uma marca de acordo com a cor que ela estampa. Esse número é muito significativo, pois é quase a totalidade dos clientes.

Depois de escolher a combinação de cores para logo, você também deve fazer um teste do seu logo em preto e branco, para ver se também sairão legíveis em cópias e fax. É recomendado também que você experimente seu logo nas superfícies em que deseja imprimi-lo, como cartões de visita ou camisetas, para ter a noção exata do tom que escolheu.  Além disso é importante notar se a logo também fica bem aplicada em camisas, bonés, canecas e em diferentes cores. Dessa forma você poderá propagar sua marca sempre que necessário.

A cor é o primeiro elemento reconhecido pelo cérebro ao olhar algo. Ela desencadeia reações químicas que levam a emoções subconscientes nas pessoas. Porém, cada cor desperta um tipo de emoção em cada pessoa. Ou seja, não há uma cor padrão que vá atrair a todos da mesma maneira.

Você sabia que -> Roxo significa Imaginação e espiritualidade. Relaciona-se com o futuro, sonhos e fantasia. É uma boa opção para artistas, poetas, e atividades que lidam com o futuro. Cria uma sensação de riqueza, luxo e extravagância. Apropriado para empresas que oferecem serviços ou produtos de altíssima qualidade. Não a toa uma das maiores marcas de cartão de crédito da atualidade, a Nubank, é roxa! Percebeu o quanto a cor impacta na percepção das pessoas?

Você sabia que -> Vermelho – Ação e paixão. Apropriado para empresas de fast food ou negócios que envolvam velocidade e ação. Transmite também raiva, agressão e vingança. Para usar vermelho deve ser uma empresa muito confiante. Vermelho escuro é apropriado para empresas profissionais como advogados ou corretores.

Por isso, a cor certa para a logo da sua empresa é aquela que no geral chama mais a atenção do conjunto de pessoas que formam o seu público alvo. Antes de começar a criar uma logo, é importante que o profissional e o cliente tenham uma conversa sobre o tipo de público que deverá ser atingido. Assim, tanto as cores quanto as tonalidades poderão ser voltadas para impactar essas pessoas.

Vale lembrar que uma pessoa é exposta de 3.000 a 10.000 anúncios de marcas diferentes diariamente e quase ninguém sabe responder o porquê de uma marca chamar mais a atenção do que a outra. Para ganhar essa concorrência e atrair o público alvo, é de extrema importância que a psicologia da marca seja bem aplicada.

Fonte: blog.wedologos.com.br