Mídia online e mídia offline: entenda a diferença

Uma das diferenças básicas é a forma de veiculação. A mídia offline trabalha a divulgação de uma marca em uma região específica como banners, outdoors, panfletos e matérias para jornais, revistas, tv e rádio.

Já a mídia online tem um alcance global e utiliza websites, lojas eletrônicas, blogs, newsletter e até mesmo as redes sociais.

O que é mídia offline?

Falamos de mídia offline todas as vezes que falamos de qualquer tipo de estratégia promocional que não utilize a internet para alcançar os seus clientes. Neste tipo de veiculação a mensagem chega até os clientes de forma rápida e fácil. Sem que eles precisem estar conectados à internet.

Engana-se quem pensa que por ser offline o impacto do alcance é menor. Pelo contrário. A mídia offline gera bons resultados no curto prazo. Um anúncio na TV, por exemplo, pode atingir milhares de clientes de uma só vez.

Como se não bastasse, a mídia offline é muito útil para a construção de uma marca. Pois através dela as pessoas tomam conhecimento de produtos e serviços mesmo que não os esteja procurando. O que, de certa forma, pode despertar o desejo e a curiosidade dos clientes e, consequentemente, aumentar as suas vendas.

O que é mídia online?

A mídia online é composta por diferentes tipos de anúncios que precisam da internet e de ferramentas digitais para serem visualizadas pelos clientes da empresa. Entre as vantagens está o baixo custo se comparada à mídia tradicional. O que permite a possibilidade de a empresa criar estratégias eficientes sem precisar fazer grandes investimentos.

Para esta opção podemos destacar alguns exemplos de mídia populares no mercado. São elas: os anúncios de links patrocinados, a promoção nas redes sociais e a produção de vídeos para a internet.

Outro ponto a ser destacado é a variedade das possibilidades de acessos ao que é veiculado na mídia online. Computadores, notebooks, tablets e smartphones são as principais ferramentas que contribuem para a popularização do conteúdo online.

Por ser global, a mídia online é uma ótima opção para as empresas que desejam ser encontradas por seus clientes quando eles fizerem buscas no Google sobre os produtos e serviços que você oferece.

Além disso, também é ideal para as empresas que querem investir em anúncios segmentados. Afinal, essas publicidades alcançam apenas os clientes em potencial de uma empresa, o que garante um bom retorno sobre o investimento.

A interação é a palavra chave dessa mídia. Através dela é possível manter uma comunicação direta com o seu público. E oferecer a ele informações sobre produtos e serviços na hora que ele precisa.

Por que integrar mídia online e mídia offline?

Muitas pessoas buscam a resposta à seguinte pergunta: Qual a melhor mídia para o meu negócio? Mas a verdade é que essa resposta é relativa.

Vai depender do seu público, do seu investimento e de diversas outras variáveis.

Mas, em um ponto os especialistas são unânimes. O mais indicado é integrar os dois tipos de mídia, para aumentar o alcance e reforçar sua marca na cabeça do consumidor.

Quanto mais integrada forem suas estratégias de mídia, mais eficiente serão. Você pode misturar mídia online e mídia offline, dividindo seu orçamento e segmentando seu público de forma mais assertiva.

Muito se fala hoje no poder do marketing digital (mídia online) mas a mídia offline ainda tem uma força surpreendente. Você só precisa pensar em como usar os dois canais de forma consistente.

Trabalhando suas estratégias de marketing no online e no offline, você vai passar mais confiança aos seus clientes, gerar mais conversão e aumentar suas vendas.

 

Fonte: eusouempreendedor.com