Marketing digital: a necessidade de se estar online

Um estudo realizado pelo Ibope Média com 2500 internautas que tem o costume de comprar pela internet, 61% dos internautas são da classe A e B, tem preferencia por comprar produtos para uso pessoal e tem gasto médio de R$118,00. A classe C representa 35% dos internautas e são responsáveis por um grande aumento no volume de usuário online e também no volume de vendas. A pesquisa nos revela que a presença masculina está mais habituada as compras na internet, cerca de 50%, mas essa número está em constante mudança. E 80% dos usuários comparam preços de produtos e serviços na internet antes fazer uma comprar e 43% pesquisam dados online antes de fazer uma compra.

A associação comercial do estado de São Paulo fez uma pesquisa entre pequenas e médias empresas dentre as quais 70% não realizam trabalho algum de presença online. O pior é que cerca de 47% dessas empresas não acreditam ser necessário trabalhar uma presença online. E 19% dizem não ter conhecimentos específicos ou estrutura para iniciar um trabalho de presença online.

Fica claro que há uma importância de se ter uma estratégia de posicionamento online e a falta de conhecimento sobre como a internet pode fazer uma empresa aumentar seus lucros.

Não podemos descartar o fato de se estar online, pois uma pequena empresa pode realizar com um baixo orçamento uma campanha criativa e obter resultados comparados aos das grandes corporações, vale lembrar que depende da base de marketing da empresa saber adotar o recurso certo e estratégias voltadas ao marketing digital.

As ações online são criadas a partir das diferentes necessidades das empresas na internet e o plano geral de marketing envolve o online e off-line, pois é de extrema importância a integração dessas duas forças. O retorno dessa campanha devido a facilidade do acesso a internet com mais pontos de banda larga e smartphones gerando mais usuários conectados fica bem mais em conta do que a off-line e suas métricas são de fácil acesso, uma solução perfeita para empresas com orçamento baixo e que querem se destacar com um bom posicionamento online.

Esses dados nos comprovam a necessidade de ser estar online, pois não mais se passa por um diferencial mas uma obrigação para vender mais e vender melhor. Nesse ponto um programa de marketing digital destaca tudo que será preciso para o bom posicionamento de uma marca pessoal, micro, pequena e média empresa, para as grandes corporações não tenham duvidas de se estar na internet é ou não um bom negócio.

Por Davi Cavalcanti.

Foto: Divulgação.