Dicas para fazer uma pesquisa de mercado

Hoje sabe-se que o marketing é uma filosofia de gestão através da qual se busca a satisfação do cliente e o lucro das empresas. O consumidor assumiu o papel de protagonista nas relações de consumo. Isso obrigou as organizações a se reinventarem. Hoje, a chave para conquistar clientes fiéis é identificar suas demandas e adaptar seu produto ou serviço ao que eles desejam.

Para isso, a pesquisa de mercado é uma ferramenta essencial. Através das informações coletadas é possível gerenciar os problemas apontados e também identificar novas oportunidades. A pesquisa de mercado serve, entre outras coisas, para identificar as preferências de determinado mercado, medir a satisfação dos clientes, a previsão de vendas, ou avaliar ações de comunicação.

Diferente do que muitas pessoas pensam, as pesquisas de mercado não são instrumentos apenas para grandes corporações. Muito pelo contrário, as pequenas e médias empresas também podem ser muito beneficiadas por essa ferramenta. As informações coletadas em uma pesquisa de mercado ajudam a determinar quais caminhos a empresa deve seguir, quais as necessidades dos clientes, as forças e fraquezas da empresa e de seus concorrentes, bem como as ameaças e oportunidades do mercado.

Por isso é tão importante fazer as perguntas certas, na hora certa e para as pessoas certas. Uma pesquisa mal conduzida pode fornecer informações erradas que vão comprometer os resultados da sua empresa. Utilizar atalhos na hora de fazer uma pesquisa pode resultar em erros.

Entre os principais estão: utilizar a metodologia inadequada para o seu caso específico, amostragem não representativa, além de falhas na aplicação da pesquisa, propriamente, e no cruzamento de dados para mensuração dos resultados.

A elaboração do questionário também deve ser criteriosa, evitar perguntas constrangedoras, não forçar o entrevistado a buscar informações na memória de longo prazo ou fazer cálculos. Além disso, as perguntas devem ser simples, diretas, claras e objetivas.

Utilizar a pesquisa secundária com dados já levantados e publicados em alguma fonte pode ser muito útil, desde que a fonte seja confiável. Se a intenção é fazer a sua própria pesquisa, inicie com análises simples até encontrar a metodologia mais adequada para o seu negócio.

 

Por Emanuele Mantovani, jornalista pós-graduada em marketing. Gestora de Marketing e eventos na Promoter Assessoria. Atua em gestão de marketing, eventos, ações de relacionamento e gestão de social media.