Afinal, o que é e o que não é Marketing?

Há quem diga que definir marketing é uma tarefa impossível, mas devo discordar, pois como uma área tão importante não poderia ter, ao menos, uma definição clara do seu papel? Se eu não for capaz de dizer como e o que faço, como quero que terceiros entendam?

Essa posição imparcial sobre o que o marketing é ou não é acaba dando margem para equivocadas interpretações, como por exemplo, levantar a bandeira de que ele se restringe a fazer propaganda, promoção e assessoria de imprensa.

A verdadeira função do marketing é satisfazer necessidades e não “criá-las”. Logo, ele tão pouco é tudo que citei acima quanto não é um vilão como muitos costumam colocar.

Sua abrangência considerável existe pois ele agrupa uma colossal heterogeneidade de áreas, funções e escolhas para pessoas e companhias, além de agir como função organizacional e integradora de todas as áreas da empresa e, em linhas gerais, procura descobrir, encontrar e manter clientes. Para isso, se faz necessário, primeiramente, compreender o mercado e atender às suas necessidades.

Esse conjunto funções e processos envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, tal como o gerenciamento do relacionamento com eles. O marketing é uma relação de troca em que se beneficiam a organização e o seu público de interesse.

Para facilitar o entendimento observe o que não é marketing:

Promoção: O conceito de marketing é frequentemente minimizado à promoção ou publicidade, enquanto que estes dois são alguns dos seus componentes. Em outras palavras, marketing não se resume a promover um produto, ideia ou serviço. Inclusive aquele sobrinho que é fera no Corel não “faz marketing”, ele apenas cria peças gráficas.

Mídia: Aumentar a exposição e visibilidade de um produto na mídia definitivamente não é marketing mas sim uma estratégia de marketing. Ou seja, aquele comercial super criativo que você vê na tevê ou na internet é fruto de uma ação que nasceu de um planejamento e não o marketing propriamente dito.

Venda: Marketing não é uma extensão da administração de vendas. O objetivo do marketing é estabelecer um ambiente favorável para que a venda ocorra e não um modo direto de aumentar as vendas ou, sequer, efetuar uma venda. Portanto, o gerente ou diretor comercial não são o marketing da sua empresa. Quem “faz o marketing” na empresa deve ser alguém com conhecimento especializado.

Mágica: Há, também, uma distorcida ideia de que o marketing resolverá todos os problemas de uma empresa em um passe de mágica. Um dos fatores fundamentais é a criatividade empresarial do empreendedor ou responsável pelas estratégias. Sua inteligente e responsável capacidade de execução de um plano de marketing eficiente define o sucesso e o êxito deste. Entretanto, é válido lembrar que não existem milagres.

Como realizar marketing de forma adequada:

  • Utilizar técnicas e análises do mercado;
  • Fazer um bom uso das ferramentas de planejamento;
  • Desenvolver ações de relacionamento com os clientes;
  • Beneficiar-se do uso de tecnologias de desenvolvimento de produtos e serviços;
  • Pesquisar e implementar os mais eficientes modelos de distribuição e acesso;
  • Adotar métodos de precificação adequados;
  • Ter uma boa comunicação integrada;
  • Ter capacidade de interpretação, controle e mensuração das ações e dos resultados.

 

O bom profissional de marketing precisa ter experiência para lidar com os desafios não somente do mercado mas também da má interpretação sobre seu papel. Ele deve ser uma pessoa antenada com o que acontece e ávida por conhecimento. Curiosidade é fundamental e leitura é imprescindível, afinal a atualização constante colabora para as melhores práticas. Quando um plano é bem elaborado, bem fundamento e executado adequadamente, o potencial de sucesso das ações é gigantesco.

Portanto, marketing vai muito além do que muitos imaginam. Ele é decisivo como vantagem competitiva para as empresas e mais ainda para a sociedade.

Por Eduardo Fonseca, Fundador da Agência WCK, de formação pela Universidade Anhembi Morumbi, há mais de 9 anos se especializa na boa combinação entre Design e Marketing. 

Foto: Divulgação.