7 Dicas para passar uma imagem profissional através do seu site

Já faz mais de 25 anos que a Internet surgiu, mas ainda é possível ver sites que parecem não ter evoluído no tempo.

Assim como o comportamento do consumidor mudou ao longo desse período, os sites também passaram a fazer parte de como nos comunicamos e de como decidimos por uma ou outra marca, mesmo quando não é possível adquirir um produto ou serviço pela própria Internet.

Reunimos algumas dicas para ajudá-lo a deixar sua presença digital condizente com a atualidade e, com isso, fazer seu site ajudá-lo a capturar mais leads:

1 – Regra dos 5 segundos
Este é o tempo que seu site tem para, através do Design e do conteúdo, dar razões para o internauta continuar no seu site. Se esse tempo não for bem aproveitado, seu possível cliente simplesmente vai para outro site ou fecha o navegador.
Cuide também para que seu site seja amigável com dispositivos móveis.

2 – Seja conciso
Os sites mais efetivos são claros sem precisar se utilizar de longos parágrafos para descrever seus produtos ou serviços. Claro que em uma página de artigos, notícias ou dicas, a regra não necessariamente se aplica.

3 – Estimule o contato

As “Call to Action’s” (CTA), devem estar presentes sempre que possível. Elas são os convites para que o internauta faça contato. “Contrate agora”, “Cadastre-se aqui” e “Trabalhe conosco” são exemplos de possíveis “CTA”. Dependendo do tamanho da página, pode até haver mais de uma CTA na mesma página.
E nas suas landing pages, evite longos formulários de contato. Não adianta ter caprichado nas “Call to Action’s” se você espera que o internauta preencha muitas informações. Ele não vai fazer isso.

4 – Facilite a recomendação
Seu site facilita o trabalho do internauta que gostaria de compartilhar o conteúdo que encontrou em determinada página? Boca a boca pela Internet atinge muito mais pessoas e mais rapidamente.

5 – Pense nas necessidades do usuário
Ou seja, realce o que o seu possível cliente sai ganhando em vez de focar demais em si mesmo. Lembre-se também que o trabalho de navegação no site deve ser facilitado.

6 – Cuide da segurança
Cuidado com quem você escolhe para programar e hospedar seu site. Não convém ter sua marca associada às possíveis más experiências que o internauta pode ter ao passar por um site que comprometa a confidencialidade de dados, por exemplo, não é mesmo?

7 – Monitore os resultados
O que já é bom, pode melhorar, não é mesmo? Acompanhe os relatórios e procure sempre melhorar os números relacionados a visitantes, conversões, oportunidades e vendas.

Para garantir que estas dicas sejam seguidas, contrate profissionais para cuidar do seu site e boas vendas!

Por Eduardo Lara, profissional com prática, técnicas e experiência em seleção, contratação, treinamento e gerenciamento de equipes de promotores de vendas, operadores de telemarketing, agentes de vendas, vendedores externos e franqueados.

Foto: Divulgação.